top of page

Conheça estilos de jardins e eleja o seu preferido!

Assim como a moda e a decoração, o paisagismo também segue estilos e tendências. Confira alguns e descubra qual deles mais combina com você:

Jardim Oriental:

Este jardim muitas vezes é em miniatura e composto por um desenho rígido e simples, arquitetado com bonsais. Geralmente utiliza a cerejeira ornamental como foco principal e também magnólias, azaléias, coníferas, bambus, buxos e ainda pedras em número ímpar, lago com carpas, ponte e lanternas japonesas. Tem como objetivo pacificar o espírito e colocá-lo em contato com a natureza.

Jardim Mediterrâneo:


Este estilo é uma tendência de design, caracterizado por cores alegres e brilhantes que contrastam com a cor terrena da paisagem natural. É frequente a presença de pátios, convidando ao repouso e ao convívio, criando uma atmosfera íntima, como se fosse a extensão da casa. As plantas utilizadas gostam de pouca água, solo pobre e muita luz. Plantas tais como alecrim, o limoeiro, a videira, a nêspera, buxos, rosas e laranjeiras, fazem parte desta ambientação. Para caminhos são muito usadas: conchas moídas, pedriscos ou seixos de rio, cerâmicas vitrificadas ou pisos drenantes. Para as bordas de canteiros entram tijolos antigos de demolição. Pequenas fontes e pátios, formando cantos agradáveis, são usados com mobiliário mais delicado como bancos, mesas e pequenos arcos em ferro ou madeira.


Jardim Clássico ou Formal:


O estilo formal é facilmente reconhecível, pois tem um equilíbrio rígido, caracterizado por linhas geométricas do traçado. Círculos, retângulos e semicírculos combinam-se criando uma paisagem desenhada com régua e compasso. Fazem parte do complemento, como elemento decorativo, o uso de figuras esculpidas e cercas vivas. A decoração é clássica e inspirada na Renascença Italiana. O jardim delineia um ambiente quase teatral e dramático, como esculturas clássicas. Estátuas, escadarias e lindas fontes de desenho clássico, fazem o complemento.


Jardim Contemporâneo:


São jardins irregulares, com disposição informal e representam as tendências atuais do paisagismo, pois dependem da criatividade de cada um. Esquematicamente, um jardim moderno limita-se a caminhos e à vegetação. Outros elementos decorativos complementares são representados por pedras, bancos, escadas, esculturas, água, pérgulas, etc. Os caminhos destinados a veículos devem ser traçados de maneira a permitir sua circulação livre e desembaraçada. Os caminhos destinados a pedestres são de traçado mais livre e podem obedecer aos mais variados desenhos. A vegetação deve ser colocada dentro de uma certa ordem progressiva, de acordo com o crescimento das plantas: gramas e plantas rasteiras, plantas herbáceas, arbustos, árvores, trepadeiras e cercas vivas.





Comentários


bottom of page