top of page

Pomar em vasos: plantas frutíferas para se ter em casa

Se você puxar da memória, vai lembrar de uma cena de alguma novela ou filme onde as personagens estão num lindo campo repleto de árvores, onde colhem e comem as frutas direto do pé, não é? Onde tudo parece mágico, como num conto de fadas. Mas, e se dissermos que você já pode ter esse tipo de “cena de filme” aí mesmo na sua casa?


Pois é! Hoje, iremos falar justamente sobre como criar e cuidar do seu próprio pomar, aí mesmo no seu espaço, seja ele grande ou pequeno. Vamos nessa?


O que é um pomar?


Antes de mais nada, vamos começar explicando o que é um pomar. É uma área ou espaço que tem como finalidade a criação, produção e cultivo de árvores frutíferas e pimenteiras.



Seja para lazer, para agregar valor à sua propriedade ou para melhorar a sua alimentação por ter o prazer de ingerir frutas orgânicas direto do pé, tenha em mente que quanto mais espécies você tiver em seu pomar, mais cuidado ele irá precisar.


Afinal, cada planta tem seu cuidado específico e seu tempo para dar frutos. Umas gostam de mais sol, outras nem tanto. Outras precisam de mais água, outras de menos. Por isso, faça uma pesquisa prévia sobre as espécies desejadas para que seu pomar não seja improdutivo, ou pior, morra.


Como montar e cuidar de um pomar de vaso?


Como o foco do nosso assunto de hoje é o “pomar de vasos” iremos focar em espécies de plantas frutíferas que tendem a não crescer muito, mas que ainda produzem um bom número de frutos.


Sobre qual vaso usar, lembre-se que estas árvores se desenvolvem melhor em “terra livre”, então, opte sempre pelo vaso de barro, que são os que mais se assemelham à terra encontrada na natureza, pois têm boa manutenção térmica e da umidade.


Vamos, também, dar dicas de cultivo e cuidados. Vamos começar?


  • Romãzeira:

Um excelente exemplo do “tamanho não é documento”. Mesmo sendo uma planta de pequeno porte, sua produção é alta! Seu fruto, o romã, é exótico, extremamente saboroso e pode ser usado tanto na culinária como em drinks.

Para cuidar da sua romãzeira, opte por um solo rico e fértil. Faça a rega somente quando o solo já estiver seco. Quanto à exposição solar, esta planta gosta de muito sol direto!




  • Jabuticabeira:

De origem 100% nacional, esta árvore costuma produzir seus frutos duas vezes no ano. Por ter um porte um pouco maior, opte por vasos mais fundos, onde suas raízes podem crescer saudáveis e sem impedimento vertical.


Além de um espaço razoável, sua jabuticabeira irá precisar de luz solar direta. Por gostar de temperaturas mais altas, sua rega tem que ser diária. Além de umedecer a terra, molhe também as suas folhas. Na poda, corte os galhos mais folhosos para que o sol fique “livre” para chegar em seu tronco.


  • Goiabeira:

Para quem busca uma árvore que tem um desenvolvimento rápido, esta é uma excelente opção! Podendo ser produtiva por, pelo menos, 15 anos, seu fruto, a goiaba, é extremamente saborosa e saudável. As folhas podem ser usadas em chás e remédios naturais.


Não costuma crescer muito, sendo uma árvore de médio porte depois de adulta. Para cuidar dela, é essencial manter uma poda a cada dois meses para que sua produção seja constante e saudável. Por não gostar muito de água, a rega semanal é ideal para ela. Mantenha-a sob sol constante em solo fértil.


  • Amoreira:

Costuma ser de grande porte, mas quando plantada em vaso tende a ficar menor, mas sem perder sua grande capacidade de produção. Seu fruto é menor que as “de chão”, porém costumam ser mais doces.


Prefere áreas com mais sombra e mais umidade. De preferência, deixe-a debaixo de alguma outra em seu pomar que seja maior e mais vistosa que a amoreira. A rega pode ser feita quando a terra estiver quase seca, porém não carregue muito no volume de água!

  • Laranjeira:

Uma das “queridinhas” do brasileiro quando o assunto é fruta de pomar! Além da laranja ser nutritiva, suculenta e uma riquíssima fonte de vitamina C, é uma árvore que perfume -e muito- o ambiente.


A laranjeira gosta muito de sol, pelo menos 6 horas por dia e sua rega deve ser feita ao menos duas vezes por semana, mas fique atento, pois não é bom que o solo fique muito seco.


  • Pitanga:

Uma árvore que dá um fruto silvestre, tropical e muito famoso em solo brasileiro. Por ter um sabor doce e azedinho ao mesmo tempo, é muito apreciado para comer de “mãozada” ou para ser usado em bebidas e drinks.


Gosta de muito sol e terra úmida! Às vezes, sua rega tem que ser feita mais de uma vez no mesmo dia. Porém, mantenha-a longe de fortes ventos, pois é uma árvore de galhos finos e sensíveis a movimentos bruscos. Não costuma crescer muito e, quando adulta, é muito vistosa e bonita para se ter dentro do vaso.


Amar, cuidar e aproveitar:


Prontinho! Envolver saúde, cuidado, amor e carinho com seu pomar serão os principais segredos para fazer dar tudo certo!


Agora que você tem as nossas dicas, é só pôr em prática! Agora, você pode viver aquele momento mágico que você viu nas novelas e filmes, não é verdade?


Gostou do conteúdo? Não esqueça de salvar esse link nos seus favoritos para consultas futuras. Agora, você quer saber mais sobre o universo do paisagismo moderno? Então, siga nossas redes sociais pelo @lyratapaisagismo. Estamos sempre trazendo conteúdo de valor para você!

Comentarios


bottom of page